Elo Da Corrente – Livre Lyrics

Letra de “Livre” com Elo da Corrente

[Intro]
Ei, hahah

[Verso 1]
Alma desnuda, camelando com integridade
Na cuca algum Neruda e privacidade
Perigo nessa sina tão covarde, jovem rapaz
Como os comum de antes, na fórmula da paz
Fugando a abnegação, medindo fio
Que leva nossa trupe ao recordar de quem sorriu
Simples assim
Tá bom pra mim se você compreende
Olho no olho e essa máxima se estende
Na era de repetição de costumes, nada se cria
Mas tudo se copia em cardumes
A gente não vê, ou escondem da gente
Programados pra calar de forma tão reticente
Só que isso é diferente, nunca melhor
Ninguém é mais que ninguém, absolutamente
Isento de qualquer medo, não vendo essa miragem
Pra que o costume selvagem?
Na vida não tem segredo
Cobrança dos que perderam
O trem e sua passagem
O rumo segue ileso
A história fez a triagem

[Ponte – Áudio: Mano Brown]
Desejo pra vocês força… Força
Pra-pra resistir à maldade
Não deixe seu coração…

[Verso 2]
Livre pra voar, sonhar e viver
Livre para amar, sorrir, sem deixar nada te abater
Livre pra pensar, livre pra escolher
O caminho a traçar
Vim pra cantar, samplear e escrever
Carrego meus sonhos no caderno
Nada é eterno, melhor registrar
Me entrego, nas linhas eu interno
Entre o céu e o inferno, livre pra criar
Sigo intacto, mente, espírito, um pacto
Vendo rimas e samples do compactos
Pega visão, preservamos a tradição
É o Elo da Corrente até a próxima encarnação
Rema, meu mano
Meu mano, rema
Rema pra onda não te derrubar
Vamo que vamo, no mesmo esquema
Marujo bom não deixa o barco afundar

[Saída – Áudio: Mano Brown]
Desejo pra vocês… pra vocês força… Força
Pra-pra resistir à maldade
Não deixe seu coração…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *